LTN - Letras do Tesouro Nacional - Gorilando

Guia de Produtos

Renda Fixa

O Gorila oferece ferramentas para que você possa entender as opções de investimentos e tomar as melhores decisões quando se trata do seu dinheiro. Os guias que oferecemos e as informações que providenciamos são transparentes e isentas. Nós apresentamos os prós e contras das opções atualmente disponíveis. Esperamos que encontre o que é melhor para você!

LTN – Letras do Tesouro Nacional

Publicado em - Atualizado em

O que é LTN? Sem “financês” nem “economês”, que mais confundem do que ajudam! Aprenda de forma simples o que realmente é importante saber sobre esse ativo pré-fixado do Tesouro Direto!

SOUNDTRACK PARA OUVIR COM ESTE POST

Definição Chata:

– LTN –

De acordo com o Tesouro Direto:

“É um título com rentabilidade definida (taxa fixa) no momento da compra. Forma de pagamento: no vencimento. ”

Fonte: Glossário do Tesouro Direto

Definição Gorila:

– LTN –

As Letras do Tesouro Nacional (LTN) são investimentos onde você, investidor com capital disponível, empresta seu “dindim” ao governo. Depois de um certo tempo (na data do vencimento do título), você recebe de volta o que emprestou com lindos e maravilhosos juros!

 

Trocando em miúdos: nessa modalidade de investimento, é o governo brasileiro que pega emprestado com você – o herói “emprestador de dinheiro”.  Ele é o tal do tomador de crédito, que precisa desse capital para investir em obras, construções e projetos teoricamente destinados para desenvolver e melhorar o nosso país. Quem faz o meio de campo do empréstimo é o Tesouro Direto (funciona como uma “lojinha” onde você pode comprar ou vender suas LTNs), além das Corretoras e Bancos (agentes de custódia).

Rentabilidades

Por ser um investimento pré-fixado, antes de comprar uma LTN o valor da rentabilidade e dos juros ficam pré-estabelecidos: você sabe exatamente quanto vai ganhar quando vencer a operação.

Curiosamente, as LTNs sempre lhe pagarão o valor de R$1.000 por unidade de título na data de vencimento. O que muda diariamente é o preço dos títulos: “quanto eu preciso emprestar ao governo hoje para que daqui a X tempos ele me pague R$1.000?” A resposta para essa pergunta corresponde ao justamente ao preço da LTN!

E você pode comprar a quantidade que quiser, inclusive frações de uma unidade do título, desde que o montante investido não seja inferior a R$30, ok? O valor a ser recebido vai ser sempre proporcional a sua quantidade de LTNs!

Riscos

É interessante notar que estamos emprestando dinheiro para o Governo, que, a priori, é o melhor devedor do mercado financeiro brasileiro (ou seria pagador?). Trata-se da estrela da festa, com os menores riscos dentre os tomadores de crédito no Brasil (falamos muito sobre esse tema no artigo sobre a Dívida Pública Nacional).

A chance do governo não ser capaz de arcar com suas dívidas é tão remota quanto a chance do apocalipse do fim dos tempos segundo o calendário Maia (datado para ter acontecido em 21 de Dezembro de 2012). Por isso, são considerados investimentos “livres de risco” – tanto que esses títulos não são nem garantidos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). É o próprio Tesouro Nacional quem dá a cara e cobre a possibilidade do devedor (neste caso, o governo) declarar falência e não lhe pagar.

Caso você queira fazer uma simulação pra entender melhor como as LTNs funcionam na prática, no próprio site do tesouro tem uma calculadora que te ajuda a enxergar melhor tudo o que falamos em números.

Os demais riscos estão ligados a volatilidade das forças de natureza maior do mercado: inflação, taxa Selic, incertezas políticas e afins.

Agora vamos à colinha do Gorila:

Quem são, como vivem e o que fazem as LTNs?

– LTNs – Letras do Tesouro Nacional –

  • Investimento de renda fixa de curto e médio prazo.
  • Rentabilidade Pré-fixada: o único* investimento do Tesouro Direto com rentabilidade 100% pré-fixada, daí o nome completo “Tesouro Prefixado” (LTN).
  • Baixo Risco: Em geral, a chance de “dar ruim” é muito baixa – não tem “surpresinhas” e são muito seguros, tão seguro que quem garante esse título é o Tesouro Nacional
  • É uma boa alternativa para quem quer sair da poupança e não quer ficar com o dinheiro “preso” no longo prazo.

Custos

São cobradas duas taxas pelo Tesouro Direto (nossa “lojinha”):

  • Taxa de custódia de 0,30% ao ano sobre o valor aplicado
  • Taxa de administração cobrada pelas instituições financeiras: lê-se corretoras ou bancos que você escolheu utilizar como intermediador/meio de campo na hora de comprar sua LTN. DICA QUENTE: há muitas corretoras que não cobram taxa de administração para investimentos no Tesouro Direto e você pode inclusive encontrar uma lista com essas instituições aqui.

Tributação: O momento em que o leão ataca

IR

É o famoso Imposto de Renda e será retido na fonte assim que a LTN vencer ou quando o investidor realizar a venda antecipada do título. A alíquota tributária sobre os seus rendimentos é regressiva: quanto maior for o prazo, menor será o imposto \o/

Período Aplicado: Alíquota de IR:
Até 6 meses (180 dias) 22,5%
De 6 meses a 1 ano (entre 181 e 360 dias) 20%
De 1 a 2 anos (de 361 até 720 dias) 17,5%
Mais de 2 anos (acima de 720 dias) 15%

IOF

Corresponde ao Imposto sobre Operações Financeiras e é mais “suave” que o IR, pois você só tem que pagá-lo caso “desista” do investimento nos 30 primeiros dias úteis. Ele também obedece a uma tabela regressiva conforme as seguintes alíquotas:

Período aplicado
(em dias corridos)
% IOF sobre o rendimento
(caso seja liquidado nesse período)
1 96%
2 93%
3 90%
4 86%
5 83%
6 80%
7 76%
8 73%
9 70%
10 66%
11 63%
12 60%
13 56%
14 53%
15 50%
16 46%
17 43%
18 40%
19 36%
20 33%
21 30%
22 26%
23 23%
24 20%
25 16%
26 13%
27 10%
28 6%
29 3%
30 0%

Traduzindo para o bom português: caso você compre um LTN e no 14º realize a venda da mesma, a alíquota de IOF que incidirá sobre os rendimentos que você obteve neste período será de 53% mais os 22,5% de IR.

Dica do Gorila: Precificação a mercado e Vendas Antecipadas

A rentabilidade e os juros que o governo está disposto a pagar são elementos que mudam diariamente (devido às “forças de natureza maior”, como tamanho da dívida pública, inflação, taxa Selic, etc…) e que junto com o prazo também ajustam o preço dos títulos no presente.

Logo, ainda que na data de vencimento você irá receber exatamente o valor previamente combinando, no “agora”, o custo da LTN é ajustado para mais ou para menos, o que corresponde ao preço por unidade de título.

Exemplo:

Uma LTN com vencimento em 2023 custa (na data em que o texto foi escrito) R$620,21. O mesmo investimento em 02 de Dezembro de 2016 custava R$486,08 – Um valor “emprestado” menor e que em 2023 vai ser “devolvido” por R$1.000. Desta forma, quem aderiu ao título em 2016 terá maior rentabilidade do que quem comprou a LTN hoje.

Esse preço do título era menor tanto pelo fato de que o prazo de Dezembro de 2016 até 2023 é maior do que de Outubro de 2017 até esse vencimento, quanto pelas as forças de natureza maior – especificamente inflação e Selic, que ajustaram para mais o custo da LTN 2023 em Outubro deste ano.

“Cuma” assim?

Pensamos muito em qual seria a melhor forma de ajudar você a não somente entender o que são as LTNs, mas também estar preparado pra tudo e saber “opera-las” na amada lojinha do Tesouro Direto. Essa é a tal da venda antecipada: como o próprio nome sugere, você vende o seu título antes do prazo de vencimento.

E pode isso Arnaldo?

Pode sim, mas pra manter tudo devidamente organizado, optamos por escrever um artigo especial e mais robusto sobre a volatilidade dos títulos do Tesouro, bem como explicar o que acontece quando se “perde” dinheiro com LTNs, até assuntos mais cabeludos (fechamento e abertura da curva de juros e os impactos disso nos seus papéis).

Caso você tenha alguma dúvida ou queira fazer algum comentário, crítica, ressalva, adendo e afins, fique à vontade para nos chamar no Facebook, Instagram, Twitter e Linkedin! Sua opinião é importante pra nós e queremos muito te ajudar a investir melhor!

Curtiu?

Compartilhe essa informação nas redes sociais e siga o Gorila!

 


Leia mais no Guia de Produtos:

Moedas

Moedas. Entenda tudo sobre Fundos Cambiais, Câmbio e Cryptocurrencies. O que são, como investir e o novo mercado de bitcoin.

Ler mais

Multimercado

Veja aqui o que são fundos multimercado e tome as melhores decisões sobre seus investimentos!

Ler mais

Renda Fixa

Quais são os títulos de renda fixa? Listamos para você títulos públicos, títulos privados e fundos de renda fixa. Controle seus investimentos.

Ler mais

Renda Variável

Ajudamos você a entender o que são os títulos de renda variável. Ações, bolsa ou fundos de renda variável.

Ler mais

VEJA TAMBÉM...

corretoras de investimentos
Guia de Corretoras

Corretoras de Investimentos

Guia de Bancos

Banco Next

Dicionário

Conheça a corretora Mirae Asset

Dashboard Gorila Invest

Gorila Invest

A melhor plataforma para
controlar seus investimentos

Uma nova forma de olhar para o seu dinheiro. Tenha suas informações financeiras consolidadas em um único lugar

Registre-se agora

Faça seu login

ou
Esqueceu sua senha?
AINDA NÃO TEM CONTA?
Cadastre-se