6 Motivos Para Amar ou Odiar os Cartões Pré-Pagos - Gorilando

Guia de Bancos

Os Melhores

O Gorila oferece ferramentas para que você possa entender as opções de investimentos e tomar as melhores decisões quando se trata do seu dinheiro. Os guias que oferecemos e as informações que providenciamos são transparentes e isentas. Nós apresentamos os prós e contras das opções atualmente disponíveis. Esperamos que encontre o que é melhor para você!

6 Motivos Para Amar ou Odiar os Cartões Pré-Pagos

Publicado em - Atualizado em

Cartões Pré-Pagos: descubra as vantagens e desvantagens dessa modalidade de pagamentos. Será que encontrei minha cara-metade?

SOUNDTRACK PARA OUVIR COM ESTE POST

Caros investidores, o assunto de hoje é o primo das contas digitais e há algum tempo vem ganhando forças como mais uma alternativa de pagamentos para o nosso bolso.

Os cartões pré-pagos ficaram bem famosos por aqueles que viajavam para o exterior e não queriam levar dinheiro vivo ou utilizar cartão de crédito internacional: a alternativa era o cartão pré-pago, onde o viajante carregava o “bichinho” com moedas estrangeiras (o tal do Cash Passaport).

Era tudo lindo e maravilhoso, até que no dia 27/12/2013 o Governo aumentou a cobrança do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre a compra e recarga desses cartões internacionais, passando a alíquota de 0,38% para, pasmem, 6,38%.

Mas tocando a bola pra frente, o que são e o que prometem fazer os cartões pré-pagos?

Nas contas pré-pagas você deposita uma determinada monta (pode ser por depósito ou transferência) e esse valor fica disponível para o seu uso, seja na lojinha da esquina ou para aquisições internacionais.

Uma das grandes sacadas desses cartões é a possibilidade de realizar compras virtuais na função crédito, desde que você possua saldo no seu cartão – dá pra ativar a “função torradeira” e fazer o cartão pegar fogo nas comprinhas virtuais; pode tudo, desde que seja À VISTA e você tenha saldo disponível!

Ainda que não seja um cartão de crédito, esse produto é uma “anomalia” no reino dos cartões, que funciona da seguinte forma: o cartão físico só funcionará na modalidade débito, porém, para aquisições virtuais o usuário deve selecionar a opção “pagamento com cartão de crédito”.

Como uma espécie não catalogada nesse universo, não é cartão de crédito, mas pode ser aceito como em casos específicos. Isso acaba ajudando quem quer fazer aquisições on-line, pois muitas lojas ainda aceitam exclusivamente a modalidade de pagamento “cartão de crédito”, em especial os e-commerces internacionais.

Os saques também estão no hall de serviços disponíveis, mas muita calma nessa hora: tá aqui o momento “a criança chora e o pai não ouve” do texto. Muitas empresas de cartões pré-pagos cobram taxas exorbitantes para você sacar o “dindim” e tê-lo em espécie.

E quem vai ficar feliz com o advento? Segue aqui a lista de perfis de pessoas com potencial para dar um “match” com os cartões pré-pagos e se apaixonarem pelo produto:

1 – Quem não quer ter vínculo com bancos

Os cartões pré-pagos possibilitam ao sujeito ter uma “conta” sem ter uma “conta”. Hã? Como assim?

Calma, que a gente explica: você pode receber salário por ele e utilizá-lo como se fosse uma conta normal de banco, com o seu cartão pré-pago físico ou somente sua versão digital.

Eles não possuem tanta burocracia e não é necessário comprovar renda ou ter o nome limpo, já que ninguém está te emprestando dinheiro e você só pode gastar o saldo disponível.

E acredite ou não: há pessoas que inclusive não possuem conta em banco e só utilizam o cartão pré-pago. Claro que há vantagens e desvantagens, mas como dizem por aí: “não sou obrigada a nada!”.

2 – Os amantes das contas digitais

A maioria das contas digitais disponíveis no mercado tem em seu pacote basicão a oferta de um cartão pré-pago. A gente contou todos os detalhes sobre essa tendência no texto “A vida, morte e luz no fim do túnel das contas digitais” e empresas como o Banco Neon, Banco Original, Banco Inter, Next e Conta Super oferecem o modelo de cartão pré-pago na sua oferta de serviços mais básica. Ainda que sejam contas digitais vinculadas a bancos virtuais, o serviço oferecido segue os princípios básicos dos cartões pré-pagos: você só gasta o que tiver e possui facilidades burocráticas no cadastramento.

3 – Quem não tem acesso ao cartão de crédito

Quem não gosta, não tem acesso ou simplesmente não tem maturidade para lidar com cartões de crédito, mas quer fazer compras online (para essa modalidade de cartão não há consulta ao Serasa ou SPC) vai ter um “crush” por eles.

Foi negado no Nubank, mas quer comprar “Hand Spinner” na Amazon? Tá aí uma feliz alternativa pra você (pagamentos à vista sempre, okay?).

Hand spinner

 

4 – Quem quer gerenciar os gastos da família ou de empregados com controle e praticidade

“Juninho, chega de torrar a mesada com coxinha na escola!” – Para quem está educando financeiramente seus filhos o cartão pré-pago pode ser uma ótima ferramenta de gerenciamento e controle da mesada.

5 – Gostam de fazer pagamentos à vista

Ruim para quem precisa parcelar suas comprinhas ou não se incomoda em perder de vista as prestações, mas ótimo para quem costuma se “embananar” em meio às faturas e quer evitar aquelas surpresinhas no final do mês: você só gasta o que tem disponível no cartão!

Você não possui moedas. Gostaria de comprar mais? Sim ou Não

 

6 – Vai viajar, não vai levar cartão de crédito e muito menos “dinheiro na cueca”

Pra quem não quer carregar dinheiro vivo naquelas clássicas “guaiacas” ou “doleiras” em meio a uma viagem para além das fronteiras do nosso Brasilzão, e ainda fugir dos cartões de crédito como o diabo foge da cruz (sim, eles são tentações à parte em meio aos Outlets e lojinhas de souvenires), os cartões pré-pagos internacionais podem ser uma boa solução!

Ainda que a alíquota do IOF tenha aumentado (como bem explicamos no início) em termos de segurança eles são uma excelente alternativa, pois garantem a cotação do câmbio no momento da carga, mitigando o tal do risco de oscilação cambial: vai que o dólar chega a R$5 no dia de pagamento da futura?

Posto isso, vamos agora a hora da verdade: quem passou pelo nosso crivo e recebeu o troféu de vencedor entre as opções disponíveis no mercado.

Cartões Pré-Pagos

AliExpress (Agillitas)

3.75

Custos

3.75

Uso Internacional

4.00

Reclame Aqui

3.00

Cartões Pré-Pagos

PagSeguro

3.50

Custos

3.75

Uso Internacional

3.00

Reclame Aqui

3.50

Cartões Pré-Pagos

Mundo Livre (Agillitas)

3.25

Custos

3.75

Uso Internacional

3.25

Reclame Aqui

3.00

Cartões Pré-Pagos

AcessoCard

3.00

Custos

3.00

Uso Internacional

2.50

Reclame Aqui

2.25

Destaque para o cartão AliExpress da Agillitas que no quesito custos se mostrou levemente mais competitivo que o PagSeguro, Acesso e Mundo Livre para compras internacionais EM MOEDA ESTRANGEIRA. Diferentemente dos concorrentes, o cartão da AliExpress da Agillitas não cobra tarifa de uso internacional, apenas o IOF (a média dessa tarifa entre as demais opções analisadas é de 5% além do IOF), sendo que você carrega esse cartão em moedas estrangeiras.

Agora, se o seu foco for o uso do cartão em compras e pagamentos nacionais o PagSeguro não cobra tarifa de carga! No caso do Acesso, a oferta de gratuidade na tarifa de carga só vale para aportes acima de R$500 ou dependendo da modalidade de transferência; menos que isso, é debitado o valor de R$2,50 por carga. No cartão Mundo Livre há um custo de R$3 por carregamento e no AliExpress R$3,50 por operação + IOF (o valor é convertido para a moeda que você escolher).

Outro ponto negativo que constatamos em todos esses cartões pré-pagos, lembrando bem uma característica recorrente na família das Contas Digitais, é que caso você tenha a necessidade de sacar dinheiro, é cobrada uma tarifa de R$7,50 por saques em caixas eletrônicos para os cartões Acesso e PagSeguro (novamente: PASMEM!) e de R$7 para o cartão Mundo Livre.  Então é melhor não precisar do “dindim” em espécie ou você pagará bem caro por isso.

No quesito Atendimento e Reclame Aqui o prêmio vai para o PagSeguro, com a melhor reputação entre os cartões pesquisados! Pontos negativos para a Agillitas – entramos em contato com o telefone disponibilizado pelo SAC e após mais de 4 tentativas em horários distintos fomos atendidos (ufa!)! Apesar da reputação deles não ser a pior no Reclame Aqui, não foi fácil contatar o SAC via telefone.

Recados paroquiais do Gorila: nesse levantamento optamos por separar o nosso primo Contas Digitais da peneira e só avaliamos os cartões pré-pagos “raiz”, que não estão vinculados à bancos digitais.

Se você quer conhecer melhor essa outra parte da “família” dos cartões, nunca é demais lembrar que fizemos um texto completinho explicando a história das contas digitais, funcionalidades e melhores opções para o seu perfil, no intitulado “A vida, morte e luz no fim do túnel das contas digitais”, que você pode ler aqui.

Além disso, desconsideramos também os cartões pré-pagos que não estão habilitados para funcionar no exterior, como é o caso dos cartões da Brasil Pré-Pagos e Itaú.

Qualquer dúvida, reclamação, elogio ou constatação das mais variadas naturezas, é só procurar a gente no Facebook, Instagram, Twitter e Linkedin

 

Curtiu?

Compartilhe essa informação nas redes sociais e siga o Gorila!

 


Leia mais no Guia de Bancos:

Aprenda

Como escolher uma conta em banco? Conta poupança, investimento e cartão de débito pré pago passo-a-passo.

Ler mais

Os Melhores

Super importante para você que quer saber mais sobre as melhores opções de bancos de acordo com o seu perfil.

Ler mais

Resenhas

Saiba o que você precisa saber para não cair em ciladas: conheça as vantagens e desvantagens do que está em alta no mercado.

Ler mais

VEJA TAMBÉM...

corretoras de investimentos
Guia de Corretoras

Corretoras de Investimentos

Guia de Bancos

Banco Next

Dashboard Gorila Invest

Gorila Invest

A melhor plataforma para
controlar seus investimentos

Uma nova forma de olhar para o seu dinheiro. Tenha suas informações financeiras consolidadas em um único lugar

Registre-se agora

Faça seu login

ou
Esqueceu sua senha?
AINDA NÃO TEM CONTA?
Cadastre-se