A Vida, A Morte e a Luz no Fim do Túnel das Contas Digitais - Gorilando

Guia de Bancos

Aprenda

O Gorila oferece ferramentas para que você possa entender as opções de investimentos e tomar as melhores decisões quando se trata do seu dinheiro. Os guias que oferecemos e as informações que providenciamos são transparentes e isentas. Nós apresentamos os prós e contras das opções atualmente disponíveis. Esperamos que encontre o que é melhor para você!

A Vida, A Morte e a Luz no Fim do Túnel das Contas Digitais

Publicado em - Atualizado em

As contas digitais poderiam ser o fim do mundo para as taxas abusivas – SQN! Muito mais do que isso, elas vieram para acabar de vez com os serviços e agências bancárias “as we know it”. 

SOUNDTRACK PARA OUVIR COM ESTE POST

Caros investidores, dando início ao tão polêmico assunto “Bancos”, eis aqui uma recente e trágica história do que parecia ser a solução para o “amasso” dessas instituições sobre as nossas humildes carteiras.

Estamos falando de todas aquelas taxas bancárias que o mais desavisado brasileiro com uma conta corrente ativa se depara pelo menos uma vez ao mês. São as taxas que os bancos nos cobram para guardar o nosso estimado real em seus cofres (ou seriam servidores?) e prestar serviços como cartões de crédito e débito, cheques, extratos, transferências bancárias e afins.

Reza a lenda que a regulamentação das contas digitais colocaria um fim à várias dessas cobranças, com a possibilidade de o cliente executar suas demandas “sozinho” pelos meios digitais (internet banking, aplicativos de smartphone ou caixas eletrônicos) – sem a necessidade de ser atendido em um caixa.

Ou seja: haveria uma alternativa para resguardar o bolso dos clientes de cobranças nas ditas contas digitais, considerando que os bancos estão economizando custos na contratação de pessoas e da estrutura necessária para executar tais tarefas. Seria um “ganha a ganha” para os clientes e bancos.

Porém, a coisa não aconteceu exatamente assim…

A novela das contas digitais:

Em 2010, o Banco Central emitiu a resolução 3.919/2010 (entrando em vigor em 2011) que autoriza os bancos a permitirem movimentações exclusivamente por canais de autoatendimento. Dessa forma, as  instituições se mexeram para se modernizarem e passaram a oferecer os tais pacotes digitais: o Itaú com a iConta, o Bradesco com a Digiconta e o Banco do Brasil com a BB Conta Digital. Todas possuíam custo zero para as principais transações, como transferências (TEDs e DOCs), saques, manutenção de conta, entre outros.

O pulo do gato para essas modalidades de conta é que a maioria era aberta nos meios digitais, sem a necessidade de ir até uma agência física e ter que encarar aquelas filas quilométricas junto com uma burocracia tenebrosa.

Tudo estava lindo e maravilhoso, até que, entre o final de 2016 e início de 2017, esses grandes bancos comerciais decidiram extinguir a oferta desse serviço, de forma que, conforme a música de Dominguinhos diz “…quem tá fora quer entrar, mas quem tá dentro não sai” – os clientes que realizaram a abertura da conta digital até Abril de 2017 no Itaú ou Bradesco permaneceram com o serviço ativo, porém, esses bancos deixaram de ofertar essa mesma modalidade de conta para novos clientes.

O negócio ficou assim: quem conseguiu abrir uma conta digital iConta (Itaú), Digiconta (Bradesco) ou BB Conta Digital (Banco do Brasil) “raiz” nesse primeiro “lote” de produtos, continua com os benefícios – isenção de taxas de transferências, custos de manutenção de conta, taxas para saques e afins – porém, para quem pegou o bonde andando, ainda é possível abrir uma conta digital nessas casas, mas sem os mesmos benefícios!

Por exemplo, na Conta Fácil do Banco do Brasil (que substitui o BB Conta Digital nas modalidades Conta Fácil Bônus e Conta Fácil Gratuita) “As transações de DOC e TED não fazem parte da franquia Conta Fácil Bônus e Conta Fácil Gratuita. Há a cobrança independentemente do canal;” – Que rufem os tambores, pois é aqui que a nossa querida vinheta toca: “onde a criança chora e o pai não ouve!” (by the way, nesse caso específico do Banco do Brasil, é cobrada a bagatela de R$9,40 por transferências para outros bancos no formato digital e R$18,85 na modalidade presencial – sim, você leu direito!).

É triste, mas calma! Para tudo nessa vida existe uma solução! Vamos aos sobreviventes desse mercado: os bancos e contas digitais do momento.

Felizmente, bancos como Inter, Neon, NextOriginal (inclusive o tão famoso Nubank) possuem alternativas competitivas para quem realiza suas transações majoritariamente pelos canais digitais e está cansado de pagar taxas caras por esses serviços.

A maioria dessas opções não é 100% gratuita (com exceção do Banco Inter – antigo Banco Intermedium), mas ainda assim, o pacote de serviços possui preços bem atrativos, de forma que, por um custo fixo entre R$10 e R$30 você terá acesso a serviços como TEDs e DOCs ilimitados sem custos, cartão de crédito, emissão de extratos, depósito via boletos, leitor de cheques e até alguns mimos como descontos em shows (Next oferece 15% de desconto na pré-venda para o Lollapalooza), restaurantes, cinemas, livrarias e afins.

Se você quer saber mais a fundo sobre as principais contas digitais disponíveis no mercado, dá uma conferida nas nossas resenhas. Lá a gente conta tim-tim por tim-tim sobre as vantagens, desvantagens, diferenciais e adendos de cada uma dessas contas digitais. Lembra também de dar o seu “joinha” no nosso Facebook, Instagram, TwitterLinkedin e até Spotify, é por lá que você pode se comunicar com a gente, postar sua dúvida, comentário, mandar beijo e afins!

Curtiu?

Compartilhe essa informação nas redes sociais e siga o Gorila!

 


Leia mais no Guia de Bancos:

Aprenda

Como escolher uma conta em banco? Conta poupança, investimento e cartão de débito pré pago passo-a-passo.

Ler mais

Os Melhores

Super importante para você que quer saber mais sobre as melhores opções de bancos de acordo com o seu perfil.

Ler mais

Resenhas

Saiba o que você precisa saber para não cair em ciladas: conheça as vantagens e desvantagens do que está em alta no mercado.

Ler mais

VEJA TAMBÉM...

corretoras de investimentos
Guia de Corretoras

Corretoras de Investimentos

Guia de Bancos

Banco Next

Dashboard Gorila Invest

Gorila Invest

A melhor plataforma para
controlar seus investimentos

Uma nova forma de olhar para o seu dinheiro. Tenha suas informações financeiras consolidadas em um único lugar

Registre-se agora

Faça seu login

ou
Esqueceu sua senha?
AINDA NÃO TEM CONTA?
Cadastre-se