Como funcionam os fundos de investimento - Gorilando

Artigos

Como funcionam os fundos de investimento


Com a vantagem de ter um gestor para administrar os rendimentos, esse tipo de aplicação permite investir em uma variada cesta de ativos, em diferentes mercados

28/02/2019

SOUNDTRACK PARA OUVIR COM ESTE POST

Sabia que os fundos de investimentos podem ser uma alternativa para você diversificar a sua carteira de investimentos? Ele é um tipo de aplicação financeira que permite investir em uma variada cesta de ativos, em diferentes mercados.

Basicamente, o fundo de investimento se assemelha ao funcionamento de um condomínio. Cada morador adquire uma cota (um apartamento), paga uma mensalidade para a administração e precisa seguir algumas regras já preestabelecidas.

Esse tipo de investimento é interessante para quem não tem muito tempo para acompanhar os rendimentos de perto, já que contam com profissionais qualificados (gestores) para fazer essa tarefa. Além disso, os custos tendem a ser mais baixos, pois são divididos entre os cotistas.

Cota

Uma cota é a menor parte de um fundo e tem seu valor atualizado diariamente. Cada cotista possui um número de cotas proporcional ao valor total de seus investimentos. Assim, o patrimônio de um fundo de investimento é a soma de todos os recursos aplicados por seus diversos investidores.

A quantidade de cotas permanece a mesma. Só há alteração caso seja feito um resgate, nova aplicação ou seja recolhido o Imposto de Renda antecipado, o conhecido come-cotas.  Para quem não sabe, ao invés de pagar o imposto retido na fonte apenas no resgate, o come-cotas aparece a cada seis meses, no último dia de maio e no último dia de novembro.

Como aplicar?

A aplicação mínima para se investir em fundos de investimento é de R$ 500,00, mas isso pode depende de acordo com cada corretora e fundo específico. A regulamentação é feita pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA). Eles são responsáveis por classificar e fiscalizar todas as atividades.

No mercado, há vários tipos de fundos de investimento, como, por exemplo:

Fundos de Renda Fixa: São compostos por diversos ativos de renda fixa, como CBDs, LCI, LCA, títulos públicos e debêntures. No geral, 80% dos produtos são em renda fixa e os 20% podem ser em derivativos.

Fundos Cambiais: São investimentos em moeda estrangeira, como os títulos públicos de outros países. Os mais utilizados são os de dólar e euro.

Fundos Imobiliários: Também conhecidos como FIIs, são investimentos do setor imobiliário. Através desses ativos, você passa a ter pequenas partes de imóveis e recebe pagamentos mensais do aluguel deles.

Fundos de Ações: É formada principalmente por ativos de renda variável, ações à vista, certificados de depósito de ações, bônus ou recibos de subscrição, cotas dos fundos de índice de ações e cotas de fundos de ações.

Fundos Multimercados: São compostos por diversos ativos da renda fixa e variável. São ideais para os investidores que buscam rentabilidades mais atrativas com riscos menores.

Custos

Há cobrança de uma taxa de administração, pela gestão do especialista. Dependendo dos rendimentos, pode ser cobrada uma taxa de performance, além de uma taxa de saída dos dividendos. Os valores são cobrados proporcionalmente à sua cota no fundo.

Já a tributação em fundos de investimento varia de acordo com o tempo de aplicação e o tipo de fundo. O IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), por exemplo, incide apenas se o resgate foi realizado em um período menor do que 30 dias da aplicação.

A cobrança de Imposto de Renda segue alíquota regressiva na grande parte dos fundos de investimento.

Período Aplicado Alíquota de IR
Até 6 meses (180 dias) 22,5%
De 6 meses a 1 ano (entre 181 e 360 dias) 20%
De 1 a 2 anos (de 361 até 720 dias) 17,5%
Mais de 2 anos (acima de 720 dias) 15%

 

Riscos

Antes de comprar as cotas, é preciso ficar de olhos em alguns fatores como o risco de crédito e o risco de mercado. O primeiro caso representa a falta de pagamento dos rendimentos pelo emissor de um ativo, já o segundo equivale a probabilidade do gestor do fundo não conseguir sucesso na estratégia de investimento adotada. Fique de olho e sempre escolha opções que se adequem aos seu perfil de investidor.

Rentabilidades

De forma geral, os fundos de investimento buscam alavancar os lucros segundo objetivos predeterminados, avaliando as oportunidades do mercado diariamente. A vantagem é que há um profissional encarregado de fazer isso.

Entretanto, um ponto fundamental é analisar a consistência e o desempenho dos fundos ao longo do tempo antes de optar por uma aplicação. Não é só porque um resultado isolado foi bom que isso sempre vai acontecer. Mesmo assim, na média anual, é possível conseguir ganho superiores ao CDI, de forma segura.

Além disso, como a maioria dos fundos possuem alta liquidez, é possível solicitar o resgate do valor investido a qualquer momento.

Viu só quantas formas de investir seu din din de um jeito novo e garantir uma boa rentabilidade? No app do Gorila você pode adicionar os seus ativos e controlar a rentabilidade e preços de todos os resgates de forma automática e descomplicada.

Então, continue acompanhando as novidades e se quiser deixar um recado pode ficar à vontade para nos chamar no Facebook, Instagram, Twitter e Linkedin!

Curtiu?

Compartilhe essa informação nas redes sociais e siga o Gorila!

 

O Gorila oferece ferramentas para que você possa entender as opções de investimentos e tomar as melhores decisões quando se trata do seu dinheiro. Os guias que oferecemos e as informações que providenciamos são transparentes e isentas. Nós apresentamos os prós e contras das opções atualmente disponíveis. Esperamos que encontre o que é melhor para você!

VEJA TAMBÉM...

corretoras de investimentos
Guia de Corretoras

Corretoras de Investimentos

Já sabemos que a poupança não é a melhor alternativa para quem quer investir, não é mesmo? No meio dessa jornada, temos as corretoras de investimento. Entenda como funcionam esses "shoppings financeiros". ...

Guia de Bancos

Banco Next

Atrelado ao Banco Bradesco, o Next se apresenta com um visual bastante atraente para quem deseja migrar para uma conta digital. Confira suas vantagens e desvantagens segundo o Gorila....

Guia de Bancos

Agibank

O Agibank não ganhou apenas um novo nome, agora é possível, além de ir até os pontos físicos do banco para a abertura de conta entre outros serviços, fazer tudo isso somente pelo App. Confira a resenha do Gorila e tire suas próprias conclusões! ...

Dicionário

Conheça a corretora Mirae Asset

Sem vínculo com instituição bancária, empresa faz parte de um dos maiores grupos financeiros da Ásia e já atua há 9 anos no Brasil ...

Artigos

Como fazer um orçamento doméstico eficiente

Descubra agora como fazer um orçamento doméstico e organize suas finanças de maneira muito mais simples e eficiente!...

Dashboard Gorila Invest

Gorila Invest

A melhor plataforma para
controlar seus investimentos

Uma nova forma de olhar para o seu dinheiro. Tenha suas informações financeiras consolidadas em um único lugar

Registre-se agora

Faça seu login

ou
Esqueceu sua senha?
AINDA NÃO TEM CONTA?
Cadastre-se